Protetor solar previne 100% contra três tipos de câncer de pele




Quantas vezes você foi a uma farmácia e procurou um filtro solar com o fator de proteção de número mais alto, na expectativa de sentir-se seguro e prevenido quanto as doenças provocadas pelos raios UV?
Mas cá entre nós: você confia 100% na prevenção que os tais protetores prometem contra o temido câncer de pele? Se você não confiava ou tinha lá suas dúvidas, talvez elas acabem agora – ou pelo menos, diminuam.
Embora as evidências quanto a proteção de queimaduras da pele sejam claras, pouco sabíamos se o protetor solar também funcionava contra as lesões mais graves, como o câncer. No entanto, segundo reportagem do portal MNT (Medical News Today), referência em notícias relacionadas à saúde, pesquisadores australianos foram responsáveis por um estudo inédito que avaliou a eficácia do protetor solar contra três tipos de câncer de pele.

Estes três tipos são:
1.    Carcinoma basocelular: é o tipo de câncer de pele mais comum e com maiores chances de cura;
2.    Carcinoma espinocelular: segundo tipo de câncer de pele com maior incidência;
3.    Melanoma maligno: o mais problemático e agressivo dos tipos de câncer de pele.

Um estudo publicado no jornal Pigment Cell & Melanoma Research analisou os efeitos do sol na pele com e sem o uso de protetor solar. Neste estudo, os pesquisadores concluíram que o fator solar 30 (FPS 30+), quando usado de maneira correta, é eficaz e evita qualquer tipo de lesão na pele induzida por raios UV.
Como foi feita a pesquisa

Para chegar à conclusão de que o filtro solar protege 100% contra os principais tipos de câncer de pele, os cientistas testaram 57 pacientes, comparando amostras de pele de alguns que ficaram expostos aos raios UV sem protetor com a de outros protegidos com o filtro solar.
Segundo o portal Science Daily, a pesquisadora chefe, Elke Hacker, disse que o filtro solar não só forneceu 100% de proteção contra os danos causados pelos raios ultravioleta que podem levar ao câncer de pele, mas protegeu o importante gene p53, um gene que trabalha para prevenir o câncer.
Ainda sobre o gene p53, é bom destacar que, se atingido, ele perde a capacidade de reestruturar as moléculas da pele. Ele é considerado como uma espécie de super-herói na proteção ao câncer e com o uso do filtro solar ele também é preservado e protegido.
Outro aspecto relevante nesta pesquisa é que ela pode significar o ponto de partida para a investigação de "super protetores solares" que ajudariam não apenas a proteger, mas também a reparar a pele danificada pela exposição solar.
Agora que se aproxima o período de férias, praia, verão e que todos nós ficamos mais expostos ao sol, não se esqueçam do protetor solar: afinal, contra fatos não há argumentos.

E você, como protege sua pele durante o verão? Deixe sua resposta abaixo nos comentários!

Nenhum comentário:

Postar um comentário